segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Trem da Vida

Meu pai sempre me dizia que a vida é como uma viagem de trem...
A cada estação algumas pessoas sobem e outras descem. E que quando o trem pára e desce alguém que amamos ou que somos muito apegados, aquela pessoa vai ficando cada vez menor, conforme o trem vai partindo. Até que chega um ponto que passamos a nos lembrar dela com saudades, do tempo em que ela estava conosco no trem.
Eu sinto saudades. Coisa estranha essa tal de saudade. Você não vê, não pega, mas ela está ali. Saudade dói. Dói forte. É como se alguém estivesse apertando o seu coração; estrangulando-o. É uma dor imaterial. Não dá pra fazer curativos. Mas há consistência neste imaterial. Eu sinto saudade dos sonhos. Do cheiro. Do gosto. Das carícias trocadas. De tudo que poderia ter sido. Não foi. Eu sinto saudade das palavras doces. Do olhar carinhoso. Dos planos loucos. Eu sinto saudade também do que não existiu. Queria tanto que tivesse existido. Mas não houve. Eu sinto saudades. Ela mora em mim. Um dia pára de doer. Ela está começando a ir embora. E eu já sinto saudades.

4 comentários:

Minhas Palavras disse...

Nuss, não entendo pq um texto tão lindo e expressivo pode não ter nenhum comentário...

Mas eu sou o primeiro

Olha, gosteeii

Vc tah de parabéns

segundo texto do blog q eu comento..

Belas palavras!

Abraços!

Biblioteca disse...

M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O
Mulher vc é uma poeta nata
Parabéns!!

AURORA ( LOLA ) disse...

Meu pai sempre me dizia que a vida é como uma viagem de trem...
A cada estação algumas pessoas sobem e outras descem.
Eu sinto saudades. Ela mora em mim. Um dia pára de doer.




Lindo,gostei muito, bjs

Graphic_Diary disse...

Vim conhecer o seu blogue e deparo-me logo com este primeiro post que é simplesmente belo. Só quem fala a língua de Camões pode entender verdadeiramente esse sentimento estranho, umas vezes bom, outras vezes mau, como é a saudade. Meus parabéns por tê-lo descrito magistralmente. Fiquei igualmente fã. Voltarei mais vezes.
Um abraço deste lado do Atlântico.